A violência do amor apaixonado

Visite nossa página no Google+


Quase sempre o amor vem acompanhado de paixão e é violento. Revoluciona a vida da pessoa, tira a paz, deixa marcas, destrói amizades, reduz tudo a ciumes e desconfianças. Muitas vezes destrói até patrimônios, desfaz casamentos antigos e sólidos, arruína profissões e muda o roteiro normal da vida da pessoa. Depois que tira tudo do lugar, vai embora como se nada tivesse acontecido. O amor sem paixão é amizade, conforme disse Rita Lee. A maioria das pessoas quer um amor verdadeiro - esse amor com paixão -, quer revolucionar a vida, mas esquece que esse amor é violento, machuca, humilha, decepciona... Se fizermos uma pesquisa descobriremos que a maior mágoa das pessoas é em relação a amores que machucaram e foram embora. Se for só uma paixão passageira e sem amor, aí fica mais fácil do coração resolver. Com o amor apaixonado não sabemos lidar. Ele invade o coração e deixa-o despedaçado. A pessoa sofre por um bom tempo e nunca se refaz completamente. O amor é difícil de encontrar e é fácil de perder. A ausência do amor dói muito, porém dói muito mais perder o amor. O pior é que nós mesmos criamos situações para que aquele amor apaixonado saia de nossa vida e nos deixe abalados por um bom tempo.  Então a pessoa segue seu caminho solitária e infeliz, ruminando lembranças loucas e inesquecíveis. O amor apaixonado é assim. E a gente então cai na real e entende que a direção é seguir em frente.

Por Marco Aurellio Dias

____________________________________________
Leia e presenteie o livro BIOGRAFIA DE NHÁ CHICA
EPUB R$ 9,70
Livro Impresso veja no link abaixo

EPUBLICAR - Livros, EPUB, reportagens, Ciência
Página do Jornal O Dias no Google Plus Epublicar é uma livraria online que disponibiliza obras literárias de fundamental importância para a informação e a evolução do ser humano. Perfil do Epublicar no Google Plus