Como encontrar a cara metade

Visite nossa página no Google+


alma gêmea

"...Encontrar a cara metade"

     Aprendemos conceitos que são tão martelados em nossa educação. Ficam arraigados no subconsciente. Sempre ouvi dizer que homem e mulher são duas metades de uma mesma laranja. São tampa e panela. A laranja inteira seria o casal. Acho que vem daí a expressão "encontrar a minha cara metade". O indivíduo sozinho seria metade de gente. Como a natureza não produz meia laranja, então é preciso que duas metades se unam para formar uma laranja inteira. Esta é uma explicação folclórica, religiosa e simbólica. Demonstraria porque homem e mulher se atraem. Porém a pessoa que busca uma relação com a fantasia de encontrar a alma gêmea não está suficientemente madura para conviver. Ela nunca vai encontrar a metade de si mesma no outro. É o mito da costela de Adão.
     A Psicanalista Lídia Aratangy, terapeuta de casais, diz o seguinte: "Duas metades de laranja podem fazer uma boa laranjada, mas duas meias pessoas não fazem um casal". 
     Mas sabemos que a mulher é uma laranja inteira. O homem é outra laranja. Um não é metade do outro. Homem e mulher são duas laranjas independentes. Além disso, duas metades de uma laranja não formariam um casal heterossexual, mas homossexual. Logo, não seriam homem e mulher. São apenas divagações... Além disso, para ser bem radical, as pessoas são gente e não laranjas... Não podemos esperar a "perfeição" no companheiro. Ninguém é a nossa metade.

     Existem muitos preconceitos na cultura humana. Quando eu era criança ouvi as pessoas comentando que minha tia Laura era "figueira maldita". Soava em meus ouvidos como algo criminoso, imperdoável. Aquilo ficou na minha cabeça por muitos anos. Até que, já adolescente, descobri que a mulher que não teve filhos é discriminada com a expressão "figueira maldita". Puro preconceito. É o mesmo que ridicularizar alguém chamando-o de gordo, negro, gay... Ao longo da minha vida ouvi várias vezes alguma mulher ser chamada raivosamente de "figueira maldita".
     As pessoas são inteiras, completas, imperfeitas, de difícil convivência a dois... Porém não gostam de ser sozinhas. Por isso procuram uma companhia para amar e ser amadas. A questão do "perfeito" fez um rombo na educação de todas as gerações. E continua fazendo. É necessário tirar a ideia de "perfeição" dos assuntos humanos. "Perfeição" é uma fantasia, um folclore, um conto da carochinha. A relação não tem que ser perfeita e nem imperfeita. Tem simplesmente que ser amor.

    Leia também:
     Tira o teu amor de dentro do vidro
     Essas são as regras do meu amor
     O amor perfeito e a lua
     O amor e a gaivota
     Onde está a tua fila de amores
     O maior erro é deixar de amar
     O amor inspira mudanças
     Vivendo o amor verdadeiro
     O amor é um sentimento do universo
     Descobri que ainda sou criança
     Uma história de amor

 

EPUBLICAR - Livros, EPUB, reportagens, Ciência
Página do Jornal O Dias no Google Plus Epublicar é uma livraria online que disponibiliza obras literárias de fundamental importância para a informação e a evolução do ser humano. Perfil do Epublicar no Google Plus